USO DA ULTRA-SONOGRAFIA EM FÊMEAS SUÍNAS SUBMETIDAS A ACASALAMENTO NATURAL OU INSEMINAÇÃO ARTIFICIAL

Elzylene Léga, Sara Felícia Assaf Aboud, Juliana Maria Avanci Agostinho, José Reinaldo Martins, Gianne Regina dos Santos Sliuzas

Resumo


O desempenho reprodutivo tem grande importância na eficiência econômica da atividade suinícola.
Dentro desse contexto, a suinocultura moderna conta com grandes avanços na área reprodutiva destacando-se o
uso da inseminação artificial, acasalamentos naturais controlados e até mesmo o diagnóstico precoce de gestação
através da ultra-sonografia. O presente trabalho teve como objetivo utilizar a ultra-sonografia no diagnóstico
de gestação de fêmeas suínas, determinando o melhor período para sua aplicação, e ainda avaliar a eficiência
reprodutiva na utilização da inseminação artificial e acasalamento natural. Foram realizados exames ultrasonográficos
transabdominais em ambos os antímeros de cada animal. O tempo mínimo de gestação das fêmeas
suínas para diagnóstico realizado por ultra-sonografia foi de 20 dias, mostrando ser um exame rápido, de alta
acurácia, podendo ser utilizado como método auxiliar para melhorar a eficiência reprodutiva nesta espécie.

Palavras-chave


Inseminação artificial. Suínos. Ultra-sonografia. Artificial insemination. Pigs. Ultrasonography.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.3738/na.v1i1.258