FISIOLOGIA DO EXERCÍCIO EM EQUINOS

Elzylene Léga, Aline Secani

Resumo


A fisiologia do exercício estuda as respostas fisiológicas e bioquímicas do cavalo durante e após o exercício físico. Para que se inicie o exercício e ocorra a contração muscular são necessários combustíveis para a produção de adenosina trifosfato (ATP), sendo indispensável a manutenção deste para reorganização do ciclo, ocorrendo através de processos metabólicos que variam conforme a intensidade e a duração do exercício, podendo ocorrer a síntese de ATP pela via anaeróbica por um substrato imediato como a creatina fosfato (CP) ou pela glicose através da glicólise, ou ainda, ocorre pela via aeróbica através também da glicose envolvendo o ciclo de Krebs, porém alguns destes mecanismos produzem metabólitos que podem resultar na queda da performance. Durante esses processos também ocorrem alterações fisiológicas na tentativa de restabelecer os parâmetros do animal. Sendo assim, este trabalho teve o intuito de realizar uma revisão de todas estas alterações, bem como descrever as necessidades fisiológicas para a realização dos exercícios na espécie eqüina.

Palavras-chave


equino, fisiologia, exercício. equine, physiology, exercise

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.3738/na.v1i2.282