ENRIQUECIMENTO AMBIENTAL PARA SUÍNOS EM FASE INICIAL

Gustavo Henrique Nunes de Sousa, Marcelo Richelly Alves de Oliveira, Nilton Andrade Magalhães, Maxwell Lima Reis, Gilson Lages Fortes Portela, Carlos Syllas Monteiro Luz, Severino Cavalcante de Sousa Júnior

Resumo


Objetivou-se avaliar o comportamento de suínos em fase inicial, submetidos a ambiente modificado. O estudo foi realizado no período de 20 de junho a 28 de julho de 2011, na localidade Jatobá, a 15 km de Tanque do Piauí. Foram utilizados 20 animais mestiços (Landrace x Piau), com idade aproximada de 45 dias. Os animais foram divididos em quatro grupos uniformes e submetidos a quatro tratamentos de modificação ambiental. Para o comportamento inativo, foi observado que o mesmo foi maior quando da presença do ambiente modificado. O comportamento inativo alerta foi superior quando da presença de brinquedoteca. Os comportamentos morder, cheirar, brigar e perseguir foram diminuídos quando da presença de música e brinquedoteca. A musicoterapia e o ambiente enriquecido podem favorecer o bem-estar de suínos na fase inicial.

Palavras-chave


Etologia

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.3738/21751463.2876