GLOSSECTOMIA PARCIAL EM EQUINOS: RELATO DE 2 CASOS

Deborah Penteado Martins Dias, Anita dos Santos Rocha, Luisa Gouvêa Teixeira, Samuel dos Santos Sousa, Joel de Souza Montello-Neto

Resumo


Apesar dos tecidos moles da cavidade oral apresentarem alta capacidade cicatrização, o tratamento cirúrgico para afecções linguais é indicado com o objetivo de restaurar a função e a aparência cosmética. Descreve-se dois casos de éguas apresentando hiporexia devido à lesões na língua, sendo uma laceração e outra devido à isquemia do órgão. A primeira égua foi submetida ao procedimento cirúrgico de glossectomia parcial e a segunda recebeu tratamento médico até que o coto lingual desvitalizado pudesse ser removido por tração. Ambas apresentaram dificuldade temporária para alimentar-se durante o processo de cicatrização, porém a recuperação foi mais rápida com o procedimento cirúrgico.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.3738/21751463.3022