DESEMPENHO PRODUTIVO DE VACAS MESTIÇAS ALIMENTADAS COM CANA-DE-AÇÚCAR HIDROLISADA E “IN NATURA”

Ana Carolina do Nascimento Alves, Jane Jane Maria Bertocco Ezequiel, Maria Lucia Pereira Lima, Erika Turim Augustinho

Resumo


: O trabalho foi conduzido no Instituto de Zootecnia - Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios, em Ribeirão Preto. Os tratamentos foram constituídos de duas dietas experimentais isoproteicas. Dieta I contendo semente de girassol e cana-de-açúcar “in natura”; Dieta II contendo semente de girassol e cana hidrolisada. O período experimental teve duração de 84 dias, composto de três estágios denominados, inicio, meio e fim, de 28 dias sendo os últimos quatro para coleta. Os animais foram distribuídos em um delineamento inteiramente casualizado, composto por dois tratamentos e quatro repetições. O objetivo desse estudo foi o de avaliar a produção de vacas leiteiras alimentadas com dietas contendo cana “in natura” e cana hidrolisada associadas a semente de girassol. A ingestão de matéria seca (IMS) foi igual para todos os tratamentos, assim como a ingestão em porcentagem de peso vivo (IMS%PV). O tratamento II apresentou maior produção de leite quando comparado ao tratamento I (16,49l e 14,78l/d) (P<0,05).

Palavras-chave


Cana-de-açúcar. Dietas. Girassol. Hidrólise. Leite. Produção de leite; Nutrição animal; Hydrolysis. milk production. Sugarcane. Sunflower seed.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.3738/na.v2i2.497