AVALIAÇÃO CLÍNICA-TERAPÊUTICA E ANESTÉSICA DE FELINOS OBSTRUÍDOS: SUA IMPORTÂNCIA NA PRÁTICA CLÍNICA

Juliana Martin, Rodrigo Prevedello Franco, Alessandra Gigliotti, Bruna Hirano

Resumo


RESUMO: Obstrução uretral é uma das afecções emergenciais mais comuns no atendimento dos felinos. O diagnóstico é realizado clinicamente e durante o tratamento pode haver necessidade de intervenções anestésicas que podem comprometer ainda mais o quadro clínico do animal. Os felinos acometidos frequentemente apresentam-se hipercalêmicos e desidratados, o que predispõe à ocorrência de arritmias cardíacas e comprometimento hemodinâmico, levando a uma preocupação quanto à utilização de protocolos anestésicos que utilizem fármacos depressores da função cardiovascular. Deste modo, o objetivo desta revisão de literatura é elucidar os cuidados na avaliação clínica e anestésica, bem como os fármacos utilizados na anestesia de felinos com obstrução uretral, enfatizando os principais cuidados quantos aos efeitos metabólicos e sistêmicos envolvidos na patogenia.
Palavras-chave: anestesia, obstrução, uretral, gatos.

Palavras-chave


Veterinária; Anestesiologia; Gatos

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.3738/na.v3i1.515