Medidas lineares na estimativa da área foliar do capim-aruana

Leandro Galzerano

Resumo


O experimento foi conduzido na Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias/Unesp, Campus de Jaboticabal. Para realização deste estudo foram coletadas 15 folhas ao acaso do capim Panicum maximum cv. Aruana em fevereiro de 2010 quando o capim encontrava-se com 27 dias de rebrotação (terceiro corte), com objetivo de se estimar por meio de dimensões lineares, a área foliar correspondente. Avaliou-se correlações entre a área foliar real (AFR) e o produto do comprimento e a largura máxima das folhas (C x L), o comprimento máximo das folhas (C) e a largura máxima das folhas (L). Utilizou-se neste estudo folhas de diferentes tamanhos e posições no dossel. Os resultados permitem concluir que a estimativa da área foliar do capim-aruana pode ser realizada utilizando-se a dimensão do comprimento foliar a qual gerou a equação AF= 0,96 x (C) - 4,8 com coeficiente de determinação de 0,90.

Palavras-chave


pastagem e forragicultura

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.3738/na.v4i1.733