Interceptação de luz e índice de área foliar em relação a altura do dossel de gramíneas forrageiras

Leandro Galzerano, Euclides Braga Malheiros, Eliane da Silva Morgado, Ana Claudia Ruggieri

Resumo


O objetivo deste trabalho foi determinar a existência de relação entre a interceptação da radiação fotosinteticamente ativa (IRFA) e o índice de área foliar (IAF) com a altura do dossel de gramíneas forrageiras. Estudou-se três capins de diferentes gêneros: capim-florona, um capim do gênero Cynodon, o capim-áries, um Panicum e o capim-braquiária decumbens, do gênero Brachiaria. Em cada capim foi utilizada uma área experimental de 35,0 m2. O experimento foi conduzido na Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias/ Unesp, Campus de Jaboticabal, SP. Os capins foram mantido sob cortes a 5 cm do solo a cada 28 dias. Foram tomados 15 pontos amostrais sobre o dossel dos capins em fevereiro de 2010 quando os capins áries e Brachiaria decumbens estavam com 25 dias de rebrotação e o capim-florona com 24 dias de rebrotação, todos no terceiro corte. As variáveis avaliadas foram: altura do dossel, determinada com uso de régua graduada em centímetro; interceptação da radiação fotossinteticamente ativa e índice de área foliar, aferidos com sensor específico (AccuPAR Model LP – 80 PAR/LAI ceptometer). As três variáveis foram registradas no mesmo ponto amostrado. Os dados foram submetidos à análise de regressão e os resultados demonstram que a altura do dossel se correspondente positivamente com a interceptação da radiação fotossinteticamente ativa e o índice de área foliar em gramíneas forrageiras.

Palavras-chave


Brachiaria. Cynodon. dossel. ecofisiologia de forrageiras. Panicum Urochloa.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.3738/na.v4i2.742