AVALIAÇÃO IN VITRO DE FITOTERÁPICOS NO CONTROLE DE RHIPICEPHALUS BOOPHILUS MICROPLUS

Carlos Augusto Nicolino

Resumo


O uso de fitoterápicos é considerado uma alternativa importante no controle de parasitas, e podem reduzir impactos econômicos e ambientais ao uso de pesticidas sintéticos. O presente estudo teve por objetivo avaliar comparativamente a ação in vitro de óleos essenciais contra fêmeas ingurgitadas de Rhipicephalus (Boophilus) microplus. Foi utilizado óleo essencial de Azadiracta indica (Neem), Cymbopogom nardus L. Rendle (Citronela) e Cymbopogon citratus (Capim-cidreira) nas seguintes concentrações: 12,5%, 6%, 3% e 1%. Eficácia máxima (100%) foi observada por todas as plantas nas concentrações de 12,5%. Na concentração de 6% somente os óleos essenciais de neem e citronela apresentaram eficácia de 100%. A citronela ainda apresentou eficácia máxima na concentração de 3% e ainda obteve 95,30% na menor concentração (1%). Conclui-se que a utilização de óleos essenciais pode ser uma alternativa importante no controle de Rhipicephalus (Boophilus) microplus.

Palavras-chave


fitoterápico, carrapato, Rhipicephalus Boophilus microplus; herbal medicine, tick, Rhipicephalus Boophilus microplus

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.3738/na.v5i1.942