INFLUÊNCIA DO COMPLEXO BROCA-PODRIDÃO NA BROTAÇÃO DA CANA-DE-AÇÚCAR

José Antonio de Souza Rossato Junior, Leonardo da Silva Turco, André Luiz Martins Pires

Resumo


O presente trabalho foi conduzido em casa de vegetação com objetivo de avaliar o impacto do complexo broca-podridão na brotação da cana-de-açúcar. O delineamento experimental adotado foi inteiramente casualizado, composto por quatro tratamentos (tolete sadio; tolete sadio + fungicida; tolete brocado; tolete brocado + fungicida) e oito repetições (apenas para a avaliação de porcentagem de brotação foi utilizado onze repetições). Os dados foram submetidos à análise de variância, sendo as médias comparadas pelo teste de Tukey. Foram avaliados o percentual e índice de velocidade de brotação, altura de colmo e planta, diâmetro de colmo, número de perfilhos e massa seca (de raiz e parte aérea). O complexo broca-podridão causou redução de 27,27% na brotação de gemas de cana-de-açúcar, porém não afetou a velocidade de brotação ou altura de perfilho.

Palavras-chave


Saccharum spp.; Diatraea saccharalis; Doença da podridão vermelha

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.3738/1982.2278.1030