Precificação Estratégica no Setor Aéreo no Brasil: o estudo de caso do processo de formação de preços de passagens aéreas em uma empresa de pequeno porte no Brasil

Jorge Henrique Caldeira de Oliveira, Thiago Oliveira, Márcia Mazzeo Grande

Resumo


A mercado de aviação doméstico passou por transformações drásticas na última década. Atualmente, grande parte das empresas demonstram dificuldades em apresentar resultados financeiro positivos, apesar do maior número de passageiros. Parte desses resultados pode ser explicado pela tarifa. O processo de formação de preço no setor aéreo é importante e complexo, pelo fato de o mercado ser extremamente dinâmico e sujeito a inúmeras variáveis. O preço não é apenas o que o consumidor paga na hora da compra: ele é a ponta de um trabalho muito mais estratégico, que envolve desde posicionamento até estratégias de mercado. O objetivo do presente trabalho é analisar todo o processo de formação de preço em uma companhia aérea de pequeno porte, os modelos utilizados, as alternativas e as principais vantagens e desvantagens. Primeiramente, foi feita uma pesquisa bibliográfica sobre o tema precificação em um contexto mais amplo, passando posteriormente a uma pesquisa de precificação em companhias aéreas. Posteriormente, foram levantadas informações atuais do mercado de aviação brasileiro junto a uma pesquisa exploratória e descritiva, com entrevistas aos diretores de uma empresa regional de pequeno porte de aviação civil. A análise dos resultados mostrou que é comum a utilização da ferramenta Yield Management (também chamado Revenue Management) como base de formação de preço e que atualmente a determinação do preço final é feita principalmente baseando-se na concorrência e na tentativa de extrair o excedente do consumidor dos passageiros.

Palavras-chave


Precificação; Gestão de Receitas

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.3738/1982.2278.1279