DIAGNÓSTICO SOCIOECONÔMICO DE MARITURA (PA): REFLEXÕES E SUA INFLUENCIA NO DESENVOLVIMENTO DA AGRICULTURA URBANA E PERIURBANA

Josiane Santos da Silva, Marta Cristina Marjotta Maistro

Resumo


O objetivo geral do artigo é construir um diagnóstico socioeconômico do município de Marituba, Estado do Pará, com intuito de embasar possíveis políticas públicas para a Agricultura Urbana e Periurbana (AUP). A metodologia utilizada foi o estudo de caso do município de Marituba, e as fontes consultadas para obtenção de dados secundários foram as bases de dados oficiais, como o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), dentre outros, além de artigos científicos consultados através das bases de dados Portal de Periódico Capes/MEC e Scielo. Os resultados indicam o precário desenvolvimento do município em relação a Belém, com respeito à infraestrutura, principalmente, de segurança e saneamento básico. Por outro lado, referente à educação e saúde, o município apresenta características de relativo desenvolvimento, já que possui um IDHM considerado médio em relação aos outros municípios brasileiros, e neste caso, as dimensões educação e saúde tiveram forte influência na melhoria do IDHM. A agricultura em Marituba funciona em sistema diversificado, e é essencialmente produtora de hortaliças e pode ser caracterizada como familiar e urbana e periurbana, pois é conduzida em áreas próximas ao centro urbano. O município apresenta características socioeconômicas com potencial para o desenvolvimento, e nessa conjuntura a AUP pode ser mais uma contribuição no processo de ampliação das melhorias no município e por isso necessita de estímulos e incrementos às Políticas Públicas e ações voltadas para seu fortalecimento e consolidação.

Palavras-chave


Diagnóstico; Indicadores socioeconômicos; Políticas Públicas; AUP

Texto completo:

PDF