USO DE CALCÁRIO AGRÍCOLA, GESSO AGRÍCOLA E CAL HIDRATADA AGRÍCOLA EM SISTEMA AGROPASTORIL NO NOROESTE PAULISTA: EFEITOS NA CULTURA DO MILHO

Wander Luis Barbosa Borges, Jorge Luiz Hipólito, Carlos Henrique Bensch, Flávio Sueo Tokuda, Isabela Malaquias Dalto de Souza, Rogério Soares de Freitas, Gustavo Pavan Mateus

Resumo


O presente trabalho teve por objetivo avaliar o efeito da aplicação de calcário agrícola, gesso agrícola e cal hidratada agrícola sobre as características agronômicas da cultura do milho, cultivado em sistema agropastoril, nas condições edafoclimáticas da região Noroeste Paulista. Os parâmetros avaliados na cultura do milho foram: altura de inserção da primeira espiga, altura de plantas, estande final ha-1, número de espigas ha-1, massa de cem grãos e produtividade de grãos. O delineamento experimental utilizado foi em blocos casualizados com sete tratamentos (T1: tratamento padrão: sem o uso de calcário agrícola, gesso agrícola e cal hidratada agrícola e sem revolvimento do solo; T2: calcário agrícola e gesso agrícola em superfície no primeiro ano e calcário agrícola em superfície no segundo ano; T3: calcário agrícola e gesso agrícola incorporados no primeiro ano e ambos em superfície no segundo ano; T4: calcário agrícola incorporado no primeiro ano e em superfície no segundo ano; T5: cal hidratada agrícola e gesso agrícola em superfície; T6: cal hidratada agrícola em sub superfície na dose de 450 kg ha-1 e gesso agrícola em superfície no primeiro ano e cal hidratada agrícola em superfície no segundo ano; T7: cal hidratada agrícola em sub superfície na dose de 260 kg ha-1 e gesso agrícola em superfície no primeiro ano e cal hidratada agrícola em superfície no segundo ano) e quatro repetições. Os dados foram submetidos ao teste F e as médias foram comparadas pelo teste de Tukey (p<0,05). Constatou-se que a aplicação de cal hidratada agrícola na dose de 260 kg ha-1 ao longo do perfil do solo, associado ao uso de gesso agrícola em superfície e a aplicação de cal hidratada agrícola em superfície no ano seguinte propiciou maior produtividade de grãos da cultura do milho e que o revolvimento do solo para incorporação de calcário agrícola e gesso agrícola no ano anterior comprometeu a produtividade de grãos da cultura do milho.

Palavras-chave


Zea mays (L.). Características agronômicas. Corretivos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.3738/1982.2278.3622