AVALIAÇÃO REGIONAL DE CULTIVARES DE SOJA NO ESTADO DE SÃO PAULO - SAFRA 2018/19

Wander Luis Barbosa Borges, Jorge Luiz Hipólito, Flávio Sueo Tokuda, Gustavo Pavan Mateus, Ivana Marino Bárbaro-Torneli, Everton Luis Finoto, Sandra Helena Unêda-Trevisoli, Gerson Cazentini Filho, Rogério Soares de Freitas, Adriano Custódio Gasparino, Paulo César da Luz Leão

Resumo


A cada ano, as empresas de melhoramento criam novas cultivares para atender as demandas dos produtores, que tem diante de si, a necessidade cada vez maior de produzir mais, apesar das dificuldades. O presente trabalho teve por objetivo avaliar a adaptação de diferentes cultivares de soja, às condições edafoclimáticas do Estado de São Paulo. Os parâmetros avaliados na cultura da soja foram: altura de inserção da primeira vagem, altura de plantas, estande final ha-1, massa de mil grãos e produtividade de grãos. O delineamento experimental utilizado foi em blocos casualizados. Os dados foram submetidos ao teste F e as médias foram comparadas pelo teste de Scott-Knott (p<0,05). Constatou-se que as cultivares avaliadas apresentaram, em média, massa de cem grãos variando de 12,37 a 17,19 g e produtividade de grãos variando de 2172 a 3471 kg ha-1, nos oito locais avaliados no Estado de São Paulo.

Palavras-chave


Glycine max (L.) Merrill. Estabilidade de produção. Características agronômicas.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.3738/1982.2278.3625