Níveis de irrigação na formação de mudas de eucalipto com utilização de resíduo sólido orgânico urbano

Fabio Olivieri de Nobile, João Antonio Galbiatti, Reginaldo Itiro Muraishi

Resumo


A crescente produção de resíduos gerados pela população humana, especialmente de Resíduo Sólido Orgânico Urbano (R.S.O.U.), requer conhecimento científico que possibilite a sustentabilidade ambiental do planeta. Esta pesquisa teve o objetivo de estudar o efeito da irrigação efetuada por meio da determinação diária da evapotranspiração pelo método do tanque Classe A, multiplicado pelo coeficiente de cultura, associada ao uso de R.S.O.U. para a formação de mudas de eucalipto. A pesquisa foi desenvolvida na Universidade Estadual Paulista (UNESP), Câmpus de Jaboticabal - SP, adotando como delineamento estatístico o esquema fatorial inteiramente casualizado. Foram utilizados 11 substratos: dois tipos de solos - um Latossolo Vermelho eutrófico e um Latossolo Vermelho distrófico, com e sem adubação química; seis misturas de solo e R.S.O.U., e um só de R.S.O.U. Foram utilizados tubetes para a semeadura direta de eucalipto, variedade Citriodora Hooker, e quatro níveis de irrigação (50; 75; 100 e 130%) da determinação diária. Os dados coletados e analisados estatisticamente demonstram que, em alguns casos, a irrigação associada à utilização de R.S.O.U. possibilitou melhor formação de mudas de eucalipto.

Palavras-chave


água; irrigação; material orgânico; muda; substrato

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.3738/nucleus.v8i2.559