PRODUÇÃO DE MUDAS DE SAPOTIZEIRO OBTIDAS POR MEIO DA ESTAQUIA EM DIFERENTES SUSBTRATOS

Eduardo Suguino, Adriana Novais Martins, Lília Sichmann Heiffig-del Aguila, Juan Saavedra del Aguila, Keigo Minami

Resumo


A produção comercial do sapotizeiro é feita por meio de mudas enxertadas, mas pomares com baixo custo de implantação e alta qualidade de plantas visando o mercado de frutas frescas podem se tornar uma opção para a agricultura familiar. Esta pesquisa teve como objetivo verificar a viabilidade de produção de mudas de sapotizeiro por meio da estaquia em diferentes substratos, sem a utilização de reguladores vegetais. O experimento foi conduzido com um delineamento estatístico inteiramente ao acaso, com 5 repetições, 4 tratamentos (substratos: areia média lavada, fibra de coco, casca de café carbonizada e Plantmax®) e 18 estacas por unidade experimental, totalizando 360 observações, colocadas para enraizar em bandejas de poliestireno expandido de 72 células. A escala de notas foi utilizada para avaliar a qualidade das mudas obtidas. Os dados obtidos foram analisados com auxílio do procedimento CATMOD do programa estatístico SAS (2003). O substrato fibra de coco foi o que possibilitou a formação das raízes de melhor qualidade.

Palavras-chave


Achras zapota. Manilkara Zapota. Estacas. Propagação vegetativa.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.3738/nucleus.v8i2.600