EFEITO DE COMBINAÇÕES DE VERMICULITA E VERMICOMPOSTO NO DESENVOLVIMENTO DE PORTA-ENXERTO DE LIMÃO CRAVO

Fabrício Alberghini Orioli, Antônio Luís de Oliveira, Valdeci Orioli Júnior

Resumo


O presente trabalho foi conduzido em ambiente protegido localizado na Estância Santa Luzia, situada no município de Monte Azul Paulista – SP. Foi avaliado o desenvolvimento de porta-enxerto de limão Cravo em diferentes combinações de vermiculita e vermicomposto. O delineamento estatístico utilizado foi inteiramente casualizado, com cinco repetições, composto por sete tratamentos: 100% vermiculita; 100% húmus; 50% vermiculita e 50% húmus; 60% vermiculita e 40% húmus; 70% vermiculita e 30% húmus; 80% vermiculita e 20% húmus; 90% vermiculita e 10% húmus. Foram avaliadas a massa verde, massa seca e altura de plântulas aos 60 dias após a semeadura. Não houve diferença entre as combinações testadas e o efeito da vermiculita foi idêntico ao do húmus.

Palavras-chave


Citricultura, substrato, Citrus limonia Osbeck, húmus

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.3738/nucleus.v5i1.67