COMO A DESIDRATAÇÃO PODE AFETAR A PERFORMANCE DOS ATLETAS

Larissa Beatriz Pessoa Olguin, Angélica Cristiane Bernardes Bezerra, Vanessa Paes dos Santos

Resumo


RESUMO: A pesquisa aborda através de uma revisão bibliográfica, o conhecimento da hidratação na prática esportiva. A ingestão hídrica é um componente de suma importância na preparação do atleta profissional, amadores e praticantes de atividade física, porém, nem sempre recebem os cuidados que necessitam, um erro poderá implicar em consequências graves no rendimento e também na saúde em geral. Devido à necessidade da manutenção do estado de hidratação, torna-se necessária sua avaliação antes, durante e depois dos exercícios físicos, a perda hídrica através da sudorese, especialmente quando é realizado em um ambiente de temperaturas elevadas. Tal perda pode acarretar desidratação, alteração do equilíbrio hidroeletrolítico, dificuldade de efetuar a termorregulação, e desse modo, pode causar uma queda do desempenho esportivo. Diante disso, a reposição de líquidos é essencial para a manutenção do desempenho, e principalmente para garantir um funcionamento satisfatório do sistema cardiovascular. Neste contexto, a seleção de uma bebida esportiva para ser ingerida antes, durante e após exercícios com objetivo de reposição dos fluidos corporais perdido pode ser interessante, e deve respeitar algumas características específicas para promover uma recuperação hidroeletrolítica e metabólica adequada. Conclui-se, propor orientações sobre a hidratação em atletas e praticantes de atividade física, informando sobre a importância da ingestão hídrica para que não sejam prejudicados o desempenho esportivo e a saúde como um todo.

Palavras-chave


Hidratação. Desidratação. Esporte. Atleta. Performance.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.3738/1982.2278.2955