Cana-de-açúcar: Melhoramento genético e suas finalidades forrageiras

Janieire Dorlamis Cordeiro Bezerra, Geane Dias Gonçalves Ferreira, Mauro Wagner de Oliveira, José Maurício de Souza Campos, Albericio Pereira de Andrade, José Ribamar Silva do Nascimento Júnior

Resumo


O melhoramento genético da cana-de-açúcar tem contribuído para o lançamento de genótipos cada vez mais produtivos, resistentes a doenças e pragas e adaptadas para os diversos tipos de ecossistemas. Todavia, esses avanços se devem ao advento das técnicas biotecnológicas que reduziram o tempo de resposta para o lançamento de novas variedades. Embora o melhoramento seja voltado para a produção industrial de açúcar e álcool, algumas variedades podem ser utilizadas como forrageira, destacando a sua alta produção de matéria seca e fibra. A seleção de variedades de cana para a indústria possui íntima relação com a seleção de cana com fins forrageiros, uma vez que a sacarose é a interseção desses dois sistemas. Portanto, objetivou-se realizar uma revisão de literatura sobre o melhoramento genético de cana-de-açúcar e sua utilização como alternativa forrageira.

Palavras-chave


Alimentação animal, Complexo Saccharum, domesticação, valor nutritivo

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.3738/21751463.3518