O VÍRUS PANDEMICO (H1N1): UMA AMEAÇA A SUINOCULTURA

Eduarda Alexandra Gonçalves de Oliveira, Renata Ferreira dos Santos, Daniele Araujo Pereira, Paloma Ricardo, Luís Guilherme de Oliveira

Resumo


Influenza suína (H1N1) ou Gripe Suína é uma doença respiratória aguda altamente contagiosa, causada por um dos diversos vírus da influenza suína A. A morbidade tende a ser alta, enquanto a mortalidade baixa. Os suínos são importantes hospedeiros do vírus Influenza H1N1(swine-like Influenza A) e susceptíveis às infecções por vírus Influenza de origem aviária e humana. Estes animais possuem importante papel na transmissão viral entre espécies e na epidemiologia da influenza humana, pois pode abrigar um vírus que sofre recombinação genética e por consequência mutação que pode ficar ou não mais virulento. Em 24 de abril de 2009, houve um primeiro alerta da OMS (Organização Mundial da Saúde) sobre o surgimento desta doença. O contágio pelo H1N1 causou alarme, pois poderia ser rápido e se tornar incontrolável, visto que seus sintomas são muito parecidos com os de uma gripe comum e poderiam ser facilmente confundidos e camuflar uma possível pandemia. Considerando-se o grande impacto da recente epidemia pelo vírus Influenza H1N1, em função do seu risco potencial, este artigo pretende esclarecer como reconhecer, diagnosticar e prevenir, de forma a melhor compreender as relações entre a exposição aos suínos e a possível infecção.

Palavras-chave


suínos, humanos, vírus influenza, epidemia, doença respiratória

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.3738/1982.2278.1226