PNEUMOVAGINA E UROVAGINA EM ÉGUAS – REVISÃO DE LITERATURA

Diego Lobon Jimenez Filho, Priscila Chediek Dall'Acqua, Renata Sitta Gomes Mariano, Roberta Carvalho Basile, Mariana Gonçalves Oliveira, Denis Vinicius Bonato, Dayane Priscila Vrisman, Pedro Paulo Maia Teixeira

Resumo


Pneumovagina é uma causa comum de infertilidade em éguas. Essa afecção se caracteriza pela presença continua ou intermitente de ar na vagina. Como consequência pode ocorrer infecção e inflamação crônica da vagina e do útero. Éguas com pneumovagina são susceptíveis a ocorrência de endometrite, devido a presença de fezes e debris na vagina associado às diferenças na pressão intra-abdominal, vaginal e uterina. O tratamento é a correção cirúrgica do defeito anatômico que predispõe a afecção. A urovagina é uma patologia do trato reprodutivo posterior, caracterizada pelo acúmulo de urina no interior da vagina, com maior frequência na sua porção anterior. O acúmulo de urina provoca irritação e contribui para inflamação e infecção do útero e do canal vaginal, podendo o animal desenvolver vaginites, cevicites e endometrites. O tratamento deve levar em consideração a causa, visto que animais com baixa condição corporal podem ser beneficiados pelo ganho de peso. Os demais casos necessitam de tratamento cirúrgico para modificar o orifício externo da uretra. A principal consequência, tanto para a pneumovagina quanto para a urovagina, é a diminuição da fertilidade, sendo importante a avaliação da mesma após o tratamento.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.3738/1982.2278.1068